Topo
Coworking

Coworking

Exame no bolso: startup pode lançar laboratório portátil de saúde em 3 anos

Coworking

27/10/2019 04h00

Você já pensou como seria andar com um laboratório clínico em miniatura, ou seja, um objeto capaz de realizar diagnósticos de diversas doenças com praticidade e velocidade? É o que pesquisadores da Universidade de Oxford estão tentando criar. O engenheiro brasileiro Paulo Roberto Bueno e o químico inglês Jason Davis fundaram, em 2014, a Osler Diagnostics, startup que disponibilizará o aparelho de diagnóstico universal de saúde pensado por eles.

Tudo começou quando, em 2009, Paulo Roberto decidiu focar na área de biossensores em suas pesquisas. Dois anos depois foi passar um tempo como pesquisador visitante na Universidade Oxford, e, conheceu então, Jason Davis.

Discutindo biossensores na área da saúde, a dupla imaginou que um dispositivo de diagnóstico portátil seria de grande ajuda nas consultas médicas. "Assim, os médicos poderiam, por exemplo, coletar sangue do paciente e colocar no equipamento. Em seguida, bastaria o biossensor analisar o sangue e em menos de cinco minutos emitir um laudo atestando que o paciente tem determinada doença ou deficiência orgânica, bioquímica, etc..", explica Bueno.

A ideia é simples ao se tratar de biossensores, mas um grande desafio por envolver conhecimento de diversas áreas – física, química, biologia e saúde – e uma tecnologia ousada. Para ajudar na viabilidade do dispositivo, a própria Oxford, em 2012, investiu 80 mil libras na forma de seed capital, financiamento a projetos em estágio inicial.

Os desenvolvedores pretendem lançar o dispositivo no tamanho de um chaveiro de cerca de 2 cm de comprimento por 1 cm de largura, podendo conectá-lo por um cabo a um celular comum, que rodará o software de análises. Bueno acredita que o lançamento deverá ser realizado em aproximadamente três anos.

De acordo com Bueno, haverá um portfólio de produtos que podem atender tanto ao médico quanto ao usuário final, dependendo do país e dos órgãos regulatórios.

A Osler não demorou muito para fazer sucesso entre os investidores. Desde de sua criação, em 2014, a startup captou mais de 30 milhões de libras em investimento e conta com cerca de 50 profissionais, sendo a maioria deles doutores de diversas formações.

Atualmente, o valor de mercado da Osler Diagnostics é estimulado em 100 milhões de libras. "Trata-se da maior capitalização da história das startups de Oxford após a etapa de investimento conhecida como capital semente", revela Bueno.

Sobre o Blog

Soluções para uma vida cada vez mais complicada. É isso que jovens empresas da tecnologia buscam, mas nem todas conseguem "mudar o mundo" como prometem. Este espaço do Tilt é para contar essas novidades e também alguns fracassos que nos ensinam a seguir e melhorar.

Coworking