Topo
Coworking

Coworking

Você compraria comida plantada em shopping? É o que essa startup promove

Coworking

14/07/2019 04h00

InFarm quer pensa em um novo tipo de fazendas verticais (Foto: Divulgação)

A agricultura vertical lida com a terra de uma maneira diferente daquela que vemos normalmente. Esse tipo de produção de alimentos é ideal para centros urbanos e espaços pequenos, permitindo que o cultivo seja realizado verticalmente, em vez de grandes plantações tradicionais.

Esse conceito já é bem conhecido no Japão, onde há alta demanda da população e falta de espaço para agricultura. A prática é considera como uma tecnologia do futuro, garantindo, assim, uma produção alternativa em locais com clima extremo e com grande demanda por comida.

As técnicas utilizadas podem ser semelhantes às de estufas, aproveitando a luz solar natural, ou baseadas na tecnologia de agricultura em que os fatores ambientais são controlados.

Veja também

Pensando nessa forma de produção, a InFarm está desenvolvendo um projeto de agricultura vertical interna capaz de cultivar qualquer alimento, desde vegetais e ervas até frutas. O conceito, como visto anteriormente, não é novo. Entretanto, a estratégia de inseri-lo no mercado sim.

Com o slogan "Nós somos os novos agricultores e a cidade é nossa fazenda", a InFarm pretende implantar a agricultura vertical em estabelecimentos como mercearias, restaurantes, shoppings e até mesmo em escolas. Dessa forma, os clientes desses lugares podem escolher os produtos naturais que irão consumir. O Metro Group, um dos maiores supermercados atacadistas da Europa, foi o primeiro a receber a nova ideia de produção.

Segundo a empresa, o sistema InFarm é livre de pesticidas químicos e o intuito é priorizar cultivos mais sustentáveis, não focando na produção em massa. As fazendas são gerenciadas por meio de uma plataforma de hardware e software, tornando cada unidade um ecossistema único para criar um ambiente exato para as plantas crescerem.

O sistema é capaz de notificar o usuário quando o produto está pronto para ser colhido, além de coletar e registrar dados de cada fazenda para que especialistas consigam monitorar as safras e/ou solucionar qualquer problema.

A InFarm, criada em 2013 por Erez Galonska, Guy Galonska e Osnat Michaeli, tem hoje cerca de 250 funcionários e sede em Berlim. Recentemente, anunciou que captou US$ 100 milhões para expandir fazendas verticais.

Sobre o Blog

Soluções para uma vida cada vez mais complicada. É isso que jovens empresas da tecnologia buscam, mas nem todas conseguem "mudar o mundo" como prometem. Este espaço do Tilt é para contar essas novidades e também alguns fracassos que nos ensinam a seguir e melhorar.

Coworking