Topo
Coworking

Coworking

Brasileira cria “Airbnb” só para mulheres que já conta com 136 anfitriãs

UOL Tecnologia

23/06/2019 04h00

SisterWave quer que mulheres se sintam seguras ao escolherem a hospedagem da próxima viagem (Foto: Divulgação)

Por Priscila Carvalho
Do UOL, em São Paulo

Viajar sozinha nunca foi um problema para a empresária Jussara Pellicano, 31. Muito pelo contrário: são 18 estados brasileiros e 17 países na lista. Para suas viagens, ela precisava programar suas acomodações e, ao longo desses anos, já experimentou desde hostel até aluguel de casas e quarto.

E foi justamente trocando experiências com outras mulheres que Jussara percebeu que a insegurança, o medo de assédio e a violência faziam parte da rotina delas na hora de escolher uma hospedagem durante as viagens.

Veja também

Pensando nisso, ela e mais dois sócios resolveram criar a startup SisterWave, que oferece hospedagem colaborativa e apoio mútuo ao público feminino. "É uma rede feita para mulheres, baseadas em suas demandas específicas e que se aprofunda sobre a perspectiva feminina ao viajar, buscando sanar os medos e oferecer inspiração e acolhimento", diz Pellicano.

Na plataforma, as viajantes podem buscar por anfitriãs de diversas cidades e estados do Brasil para trocar experiências que vão desde conversas até dicas de roteiros incomuns que só a moradora conhece.

Jussara Pellicano pensou na plataforma a partir de suas experiências em viagens (Foto: Divulgação)

Como ser anfitriã?

A mulher deve se cadastrar primeiramente na plataforma como uma "sister" padrão e depois pedir para ser anfitriã. Após o primeiro cadastro, ela responde a perguntas como se tem bichos em casa, se há homem na residência, crianças e se o local tem acessibilidade. Os próximos passos são compartilhar fotos do imóvel e definir um preço com base na localização e espaço da residência. No processo de escolha, ela pode disponibilizar um sofá cama, quarto privativo e até suíte.

O diferencial da plataforma é que a dona do local sempre deve estar na casa, justamente para haver a troca de experiências e apoio às mulheres. Se a anfitriã mora com o marido, por exemplo, isso deve estar sinalizado em seu perfil e para deixar a viajante avisada.

Como funciona para a viajante

  1. Escolha o local que deseja viajar;
  2. Defina a anfitriã e espaço que você teve mais afinidade e se sentiu bem;
  3. Pague online;
  4. Relaxe e vá viajar.

Onde encontrar

O SisterWave já está presente em mais de 61 cidades (nas cinco regiões do Brasil) e conta com mais de 136 anfitriãs e 1200 pessoas cadastradas e verificadas. Em breve, será expandido para outros países.

Para se hospedar, basta fazer um cadastro no aplicativo ou site, com informações de RG, CPF e foto de perfil. A plataforma pode ser acessada por meio de computadores e no aplicativo para celulares Android.

Sobre o Blog

Soluções para uma vida cada vez mais complicada. É isso que jovens empresas da tecnologia buscam, mas nem todas conseguem "mudar o mundo" como prometem. Este espaço do Tilt é para contar essas novidades e também alguns fracassos que nos ensinam a seguir e melhorar.

Mais Coworking